Ir direto para menu de acessibilidade.

banner suporte cfp

 

Início do conteúdo da página

PIBID: Institucional

Publicado: Terça, 16 de Janeiro de 2018, 15h53 | Última atualização em Terça, 16 de Janeiro de 2018, 15h53 | Acessos: 3220

Qual o contexto educacional da região onde o projeto vem sendo desenvolvido?

foto institucional

A organização do ensino tem sofrido nos últimos anos inúmeras transformações. Na última década (2001-2010), o crescimento do acesso ao ensino superior no Brasil foi de 110,1%. Os dados são do Censo da Educação Superior 2010, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), que mostram também que, de 2009 a 2010, o número de brasileiros que buscam fazer um curso de graduação aumentou 7,1%. Nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste a participação percentual no número de matrículas de 2001 a 2010 cresceu. O Brasil tinha em 2010, 6.379.299 matrículas em 29.507 cursos de graduação presenciais e a distância, oferecidos por 2.377 IES. O aumento de matrículas na graduação pode ser decorrente da maior oferta de cursos a distância e tecnológicos, sendo que os rimeiros atingiram 14,6% do total de matrículas no Brasil. Atualmente, temos 59 universidades federais, com previsão para 2014 de termos mais 63, com 321 campus distribuídos em 272 municípios. A Paraíba foi um dos principais estados do nordeste que mais cresceu com processo de expansão das IES. A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), desde a sua criação e de seu processo expansão vem oportunizando diversos cursos superiores e provendo o mercado de trabalho com profissionais nas diversas áreas, com o objetivo de minimizar as estatísticas de desigualdades nacionais. Apesar da quantidade de investimento por órgãos governamentais o nosso IDH encontra-se na quinta posição mais baixa no ranking (PNUD, Atlas Brasil 2013). A inserção de programas como o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, PIBID, em nossa região só vem a fomentar os esforços de investimentos do governo federal garantindo assim a efetividade das ações e a manutenção de profissionais através da fixação dos educandos durante seu processo formativo nas licenciaturas. Neste cenário, a UFCG coaduna seus interesses com a CAPES, através do PIBID. É importante destacar que este programa já vem desenvolvendo suas atividades de formação docente desde 2007. Hoje temos alunos demandados nos cursos de licenciaturas provenientes de resultados do trabalho continuado do PIBID, traduzindo-se em baixas de trancamentos/desistência, aumento no número matrículas, desenvolvimento de monografias de graduação na temática das ações do PIBID, e aumento do número de graduado nas Licenciaturas. Com esses resultados temos no PIBID alunos aprovados em concursos públicos na rede básica de ensino ministrando disciplinas nas suas áreas de formação. Apesar dos bons resultados alcançados, é extremamente importante dar continuidade na implementação de novos projetos e na consolidação dos subprojetos existentes. Entendemos que a continuidade da parceria PIBID & UFCG, tenderá ao fortalecimento da formação inicial e continuada, através do diálogo universidade-escola em uma região que sempre sofreu com problemas dos mais diversos possíveis, mas o mais sério desses, sempre foi a falta de professores qualificados.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página